Ativista de 14 anos luta contra casamentos infantis no Paquistão

Hadiqa Bashir tenta acabar tradição local; garotas são oferecidas para acabar com disputas ou manter terras na família.
Mudar a mentalidade e as tradições de uma sociedade conservadora nunca é fácil - principalmente para uma menina. .
Mas isso é exatamente o que uma adolescente ativista no vale do Swat, no noroeste do Paquistão, está tentando fazer.
Hadiqa Bashir, de 14 anos, enfrenta o desafio de tentar acabar com o casamento infantil em sua comunidade - onde casamentos do tipo são considerados a norma, e onde meninas podem ser oferecidas para acabar com uma disputa ou para manter terras na família.
A repórter Shaimaa Khalil conversou com ela.
Fonte: BBC

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Programação completa da Semana Cultural Festa Baile do Carmo 2017

Americana se apaixona por rapaz na balada e descobre que ele é príncipe

Espetáculo A SOGRA QUE PEDI A DEUS